Resiliência em cuidadores informais familiares de idosos dependentes

Main Article Content

Maria Nascimento Mateus Sandra Cristina Fernandes

Resumo

Este estudo, visa compreender a capacidade adaptativa dos cuidadores informais familiares (CIFs) face às dificuldades do dia-a-adia, através do conceito de resiliência. Formulado o problema Qual a capacidade de resiliência do CIF de idosos dependentes, face às dificuldades resultantes do ato de cuidar?, foram definidos os objetivos compreender as dificuldades associadas ao ato de cuidar; verificar quais os constrangimentos sentidos na vida pessoal do CIF e avaliar o seu nível de resiliência. A metodologia utilizada foi, quantitativa/qualitativa, os instrumentos de recolha de dados foram um inquérito por questionário, uma entrevista semiestruturada e a aplicação da Escala Breve de Coping Resiliente. Foi selecionada uma amostra por conveniência, 20 CIFs, 10 do meio urbano e 10 do meio rural. Os resultados permitiram verificar uma capacidade de resiliência superior quando são os filhos os cuidadores. As dificuldades estão relacionadas com o desgaste físico, emocional/psicológico, sendo a limitação da liberdade e a alteração da dinâmica familiar os constrangimentos da vida pessoal.

Article Details

Como citar
MATEUS, Maria Nascimento; FERNANDES, Sandra Cristina. Resiliência em cuidadores informais familiares de idosos dependentes. Eduser - Revista de Educação, [S.l.], v. 11, n. 1, p. 76-92, june 2019. ISSN 1645-4774. Disponível em: <https://www.eduser.ipb.pt/index.php/eduser/article/view/118>. Acesso em: 13 dec. 2019. doi: http://dx.doi.org/10.34620/eduser.v11i1.118.
Secção
Artigos